sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Concurso "O CARTAZ DA MINHA ESCOLA"


À semelhança dos anos anteriores promove-se, no âmbito da Semana da Leitura, um Concurso que apela à imaginação e a um conjunto muito diversificado de competências enraizadas na transversalidade curricular. Em 2011, ele terá como produto final a criação e apresentação a concurso de um cartaz, que, tal como a 5ª edição da Semana da Leitura, se centra na relação Leitura - Energia - Floresta.

Trata-se de um concurso, de âmbito nacional, que tem como público-alvo as crianças e os jovens da educação pré-escolar ao 12º ano de escolaridade, sendo convidados os estabelecimentos de educação e de ensino das redes pública e privada.

O concurso «O cartaz da minha escola» é lançado tendo por base a proposta de um conjunto de motes catalisadores de iniciativas que traduzam saberes e competências da população escolar, numa articulação transversal do(s) currículo(s), capazes de se constituirem num desafio à imaginação e à criatividade. Cada escola não agrupada/ agrupamento de escolas pode escolher um ou vários motes em função do seu projecto educativo e dinamizar iniciativas/ actividades de promoção de leitura que envolvam as crianças e os jovens, outros sectores da comunidade escolar ou mesmo a comunidade em geral. As iniciativas de promoção de leitura a desenvolver serão enquadradas por uma ou várias das áreas que se seguem: Floresta/ Recursos Naturais/ Sustentabilidade do Planeta/ Energia e Vida/ Planeta Verde/ Consumo/ Tecnologias.

O concurso desenvolve-se em duas etapas e segundo o calendários seguinte:


PRIMEIRA FASE


FEVEREIRO
Inscrições em www.planonacionaldeleitura.gov.pt/

MARÇO
Selecção, pelas escolas /agrupamentos, dos cartazes a apresentar a concurso (1 por nível de educação e de ensino).


SEGUNDA FASE


MARÇO
Envio dos trabalhos seleccionados para o endereço ocartazdaminhaescola@gmail.com, entre 25 e 31 de Março.


ABRIL /MAIO

Análise e selecção dos cartazes apresentados a concurso.


JUNHO (1ª SEMANA)

Divulgação dos trabalhos vencedores.

Sem comentários:

Enviar um comentário